Tupis voltam de gira europeia com resultado histórico e fôlego renovado para 2018

Seleção Brasileira de Rugby conquistou primeira vitória em solo europeu diante da Bélgica e fez grande partidas contra Alemanha e Espanha

Crédito da Imagem: Federação Belga de Rugby 

 

São Paulo (SP), 27 de novembro de 2017 – A Seleção Brasileira de Rugby XV voltou para casa nesta segunda (27), após encerrar sua segunda gira europeia na história. Após partidas contra Alemanha, Espanha e Bélgica, contra a qual os Tupis conquistaram pela primeira vez uma vitória no Velho Continente, os comandados de Rodolfo Ambrósio retornam com fôlego renovado para 2018, quando terão calendário repleto de compromissos no primeiro semestre.

 

Após estrearem contra a já conhecida Alemanha (vitória alemã por 45-12) e vencerem a Bélgica na semana seguinte (23-19), os Tupis caíram por 67 a 28 para a Espanha no último sábado (25), seleção que está no top 20 no ranking da World Rugby, com tries brasileiros de Moisés (2), Endy e Yan Rosetti.

 

“Foi um jogo muito difícil, contra uma equipe com linha bem rápida. Isso nos afogou na defesa e infelizmente não conseguimos impedir isso. A intensidade do jogo também pesou, com a Espanha atacando muito rapidamente. Conseguimos levantar a cabeça no fim do jogo, mostrando que nunca desistimos de correr atrás”, disse Felipe Sancery, capitão dos Tupis na partida contra a Espanha.

 

A partida encerrou a gira europeia e marcou o fim da temporada 2017 para os Tupis, mas serviu também para mostrar a evolução da equipe, que agora foca em 2018, quando terá no primeiro semestre as partidas do Americas Rugby Championship e do Sul-Americano.

 

Test-match de rugby XV

Espanha 67 x 28 Brasil

Sábado, 25 de novembro de 2017

Brasil: 1. Michel Olimpo Gomes de Oliveira, 2. Endy Willian De Jesus Pinheiro, 3. Pedro Luis Menezes Bengalo, 4. Lucas "Bruxinho" Piero Toscanelli de Moraes, 5. Mauricio Canterle, 6. Arthur Bomfim Bergo, 7. Cleber "Gelado" Dias da Silva Junior, 8. Andre Felipe Zanella de Arruda, 9. Matheus Rauth Cruz Vergueiro e Silva, 10. Joshua Brian Reeves, 11. Stefano Giantorno, 12. Moises Rodrigues Duque, 13. (C) Felipe Sancery, 14. Jacobus De Wet Van Niekerk, 15. Daniel Sancery. Suplentes: 16. Yan Victor Mota Rosetti, 17. Lucas Abud de Andrade, 18. Caique Santiago Silva Segura, 19. Alexandre "Texugo" Victor Figueiredo Alves, 20. Matheus da Cruz Daniel, 21. Douglas Thiago Rauth, 22. Lucas "Zé" Rainho Tranquez, 23. Lucas Amadeu Muller. Técnico: Rodolfo Ambrósio.

Postar comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados