Rugby brasileiro termina em quarto lugar nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019

Imagens: José Ramelo Lagman

 

O rugby brasileiro terminou em quarto lugar nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019. Tanto os Tupis, quanto as Yaras, tiveram o mesmo resultado final, após serem superados na prorrogação. Para os homens, representou a melhor colocação na história em Jogos Pan-Americanos.

Na competição masculina, em que o Brasil contou pela primeira vez com Fernando Portugal como técnico e Ige como auxiliar, repetindo uma dupla que representou o País dentro de campo no Pan de Guadalajara 2011, os Tupis começaram com um empate em 14 a 14 contra o Chile, no primeiro dia, 26 de julho, uma vitória tranquila sobre a Guiana, por 59 a 0, e outra suada sobre os Estados Unidos, por 12 a 10, no segundo dia de competições, 27. Os resultados colocaram os Tupis frente a frente com o Canadá, nas semifinais, já no terceiro e último dia de rugby nesta edição do Pan (28 de julho), e o placar de 35 a 5 para o adversário deixou o Brasil para a disputa da medalha de bronze.

Contra os Estados Unidos, novamente o Brasil mostrou muita garra, chegando a abrir 19 a 7, mas viu os americanos empatarem no último lance em 19 a 19, e venceram na prorrogação, por 24 a 19, ficando assim com a medalha de bronze.

Já no feminino, o Brasil largou derrotando o Peru por 33 a 5, no primeiro dia de jogos, e venceu também o México, por 45 a 0, antes de conhecer a primeira derrota no Pan para o Canadá, por 26 a 0, ainda na fase de grupos. Assim, as Yaras enfrentaram os Estados Unidos, na semifinal, e o jogo duríssimo terminou 33 a 19 para as americanas.

Na disputa pelo bronze, contra a Colômbia, o Brasil saiu na frente, com 12 a 0, mas viu as adversárias crescerem no jogo, empatarem no último lance em 24 a 24, e vencerem a partida por 29 a 24, também na prorrogação.

Postar comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados

Liquid error: Could not find asset snippets/size-chart.liquid