CBRu faz balanço positivo da 2ª temporada do Americas Rugby Championship

Com duas vitórias em cinco jogos e o 4º lugar geral na classificação do torneio, Tupis evidenciam os resultados do trabalho de longo prazo iniciado em 2015



São Paulo (SP), 7 de março de 2017 –
Nas últimas semanas a Seleção Brasileira de Rugby XV enfrentou as cinco melhores equipes da modalidade do continente – Argentina, Estados Unidos, Canadá, Uruguai e Chile. E o resultado não poderia ser melhor, na avaliação da Confederação Brasileira de Rugby (CBRu). As vitórias em casa contra chilenos e canadenses deram o 4º lugar geral aos Tupis no Americas Rugby Championship (ARC), mostrando o bom momento pelo qual o time passa. O plano da CBRu de longo prazo foi iniciado em 2015, com meta de classificação dos Tupis para a Rugby World Cup de 2023, e a entidade crê em uma evolução ainda maior nos próximos meses.

“Entramos no ARC 2017 querendo melhorar nosso desempenho de 2016, quando tivemos uma vitória e terminamos o torneio em 5º. Neste ano a equipe cresceu, mostrou força em casa e conquistou duas importantes vitórias, contra o Chile e Canadá, esta inédita”, afirma Agustin Danza, CEO da CBRu. “Inicialmente, alguns poderiam ver o Brasil como a 6ª força entre as equipes do ARC. Mas provamos que estamos no caminho certo para crescermos ainda mais”, complementa Danza.

Para a CBRu, o cenário nos próximos meses deve continuar melhorando para o rugby brasileiro. Isto porque com o planejamento a longo prazo da entidade e os novos investimentos na Seleção de XV, estão previstos mais 13 partidas em 2017, um recorde para a equipe.

“Teremos os jogos do Sul-Americano em maio, amistosos internacionais no Brasil em junho, um torneio amistoso no Uruguai em outubro e amistosos na Europa no fim do ano. O aumento no número de jogos internacionais de alto nível sempre fará com que a equipe cresça e fique cada vez mais competitiva. Todas as grandes seleções internacionais passaram por esse processo, de jogos contra times mais fortes, até que chegaram a um patamar superior”, ressalta Danza.

O desempenho dos Tupis no ARC 2017 foi considerável. Foram 8 pontos conquistados na classificação, com 63 pontos anotados, entre tries, conversões, penais e drop goals. De acordo com estatísticas do Portal do Rugby, Moisés Duque foi o artilheiro do torneio, com 43 pontos marcados, contra 39 de Ben Cima, dos Estados Unidos, e 37 de Domingo Miotti, da Argentina.

Passado o ARC, os Tupis agora se concentram para o Sul-Americano de Rugby XV, que será realizado em maio. A tabela do torneio ainda não foi divulgada, mas o Brasil deve ter um jogo em casa, contra o Paraguai, e dois fora, contra Uruguai e Chile.

 

Classificação final do Americas Rugby Championship 2017:

Posição

Equipe

Pontos

Vitórias

Empates

Derrotas

EUA

23

4

1

0

Argentina

22

4

1

0

Uruguai

15

3

0

2

Brasil

8

2

0

3

Canadá

8

1

0

4

Chile

0

0

0

5

 

Imagem: João Neto/Fotojump

Postar comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados