Brasil estreia no rugby masculino com casa cheia

ü  Tupis fizeram duas partidas nesta terça-feira (9), no Estádio de Deodoro, e levantaram o bom público com garra e dois belos tries

ü  Equipe foi derrotada por Fiji, atual campeão da Série Mundial de Sevens, e também pelos Estados Unidos, potência emergente da modalidade

Brasil USA Rugby sevens Rio 2016

Foto: Sudamérica Rugby

A Seleção Brasileira Masculina de Rugby Sevens teve casa cheia no Estádio de Deodoro nesta terça-feira (9), no primeiro dia do torneio masculino dos Jogos Olímpicos Rio 2016. Apesar da atmosfera envolvente, os Tupis, que estão no grupo da morte, não foram páreos para Fiji, atual campeão da Série Mundial de Sevens, e para os Estados Unidos, equipe que tem se destacado no cenário internacional. Amanhã a equipe encara a Argentina, às 13 horas, pela última rodada da fase de grupos.

Os jogos

Estreando nos Jogos Rio 2016 no Grupo A contra a equipe mais forte do torneio, Fiji, o Brasil não se intimidou e foi para cima do adversário. Empurrados pela torcida, os brasileiros trocaram muitos passes até furar o bloqueio fijiano. Felipe Claro, Alemão foi o autor do try que surpreendeu a todos e colocou os Tupis em vantagem, com 5 a 0.

A resposta de Fiji foi imediata. Veremalua arrancou pelo meio e marcou o primeiro try fijiano ainda antes do intervalo, que, convertido, virou placar para os visitantes. Final de primeiro tempo com 7 a 5 no placar.

No segundo tempo o cenário mudou e só deu Fiji, que se aproveitou da força e da altura de seus atletas para se impor na partida. Ganhando praticamente todas pelo alto nas saídas de bola, Fiji foi ao ataque e fez cinco tries em sequência, com Kolinisau, Viriviri, Tuisova (duas vezes) e Veremalua.

O Brasil só conseguiu retomar a posse de bola no fim da partida e mostrou que a equipe tem potencial. Rambo encontrou um buraco na defesa fijiana e arrancou para marcar o segundo try brasileiro, convertido por Boy. Fim de jogo com 40 a 12 de Fiji sobre o Brasil.

“O Sevens é muito sobre a posse de bola. No primeiro tempo tivemos e dominamos boa parte do jogo. Fizemos nossa estratégia e abrimos o placar. No segundo tempo isso mudou, eles nos complicaram na saída de jogo e acabamos perdendo a partida”, disse Tanque, capitão dos Tupis.

Na segunda partida do dia, contra os Estados Unidos, nova derrota dos Tupis, esta por 26 a 0. Os tries foram de Folau Niua e Nate Ebner, astro da NFL (Liga de Futebol Americano), no primeiro tempo, e Carles Isles e Maka Unufe no segundo tempo. O Brasil até chegou a comemorar um try, com Alemão, mas a jogada já estava parada pela arbitragem.

“Eles souberam aproveitar bem nossos erros. Em diversas oportunidades entregamos a bola a eles e tomamos diversos pontos contra por conta disso”, resumiu Rambo, após o apito final.

Os resultados deixaram os Tupis na 4ª colocação do Grupo A. O Brasil agora encara a Argentina, maior força do rugby sul-americano, em partida válida pela terceira e última rodada da fase de grupos dos Jogos Olímpicos Rio 2016. A partida será realizada nesta quarta-feira (10), às 13 horas, no Estádio de Deodoro.

 

Resultados do Brasil

Brasil 12 x 40 Fiji

Brasil 0 x 26 EUA

 

Grupo A: Estados Unidos, Argentina, Fiji e Brasil

Grupo B: Austrália, França, África do Sul e Espanha

Grupo C: Grã-Bretanha, Quênia, Nova Zelândia e Japão

Brasil: 3 – Juliano Fiori, 5 – Stefano Giantorno, 8 – Felipe Sancery, 1 – Daniel Sancery, 4 – Felipe Claro “Alemão”, 6 – Moisés Duque, 7 – Lucas Duque “Tanque” (C); 2 – Martin Schaefer, 9 – Laurent Couhet, 10 – Arthur Bergo, 11 – Gustavo “Rambo” Albuquerque, 12 – André Silva “Boy”. Técnico: Andrés Romagnolli.

Postar comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados

Continuar comprando
Seu Pedido

Seu carrinho está vazio. Você irá apoiar a CBRu com cada compra!