Brasil encerra gira europeia com boa apresentação contra Portugal

Tupis fazem jogo duro e mostram grande evolução, mesmo com derrota por 21 a 17

A Seleção Brasileira de Rugby XV encerrou nesta quinta-feira, 1º de dezembro, sua primeira gira pela Europa. A terceira e última partida dos Tupis no Velho Continente foi diante de Portugal, em Coimbra, e terminou com o apertado placar de 21 a 17 para os donos da casa.

"Essa gira foi histórica para o Brasil, a primeira da Seleção de XV na Europa. Foi muito positiva, pois jogamos um rugby internacional de alto nível. Temos só coisas boas a falar sobre o quanto aprendemos aqui. Não tivemos vitórias, como queríamos, mas vamos continuar com o trabalho duro, pois temos muito mais a crescer", disse Nick Smith, capitão dos Tupis nos três jogos.

"As partidas na Europa foram enriquecedoras ao grupo de jogadores. Com certeza todos estão voltando com grande bagagem o Brasil. A experiência, a oportunidade de jogar contra fortes equipes europeias, o frio e o campo molhado, jogos truncados e muito físicos são coisas que precisam ser tradicionais nas nossas temporadas. Queremos sair do país para jogar e medir força contra esses caras mais fortes, e, tenho certeza que quando começarmos a ganhar esse jogos, nossa chave vai virar e isso se tornará corriqueiro", complementa Moises Duque, um dos mais experientes da equipe.

O jogo

O confronto em Coimbra mostrou a grande evolução pela qual passa a Seleção de Rugby XV. Os Tupis entraram ligados na partida e logo no início abriram o placar com penal de Moisés, anotando 3 a 0. A equipe visitante seguiu pressionando, e após lateral pela esquerda, Daniel Sancery marcou o primeiro try brasileiro, convertido por Moisés, ampliando o placar para 10 a 0.

 

A partir daí Portugal conseguiu igualar as ações, ficando com a posse de bola. Após um erro de passe brasileiro, os donos da casa contra atacaram pela direita em rápida jogada, que resultou no try não convertido de José Lima. Empurrados pela torcidas, os Lobos seguiram pressionando. Com dois penais, José Lima virou o placar para 11 a 10, colocando os lusos na frente ao final do primeiro tempo.

 

O segundo tempo começou com try português de Nuno Penha Costa, convertido por José Lima, que abriu boa vantagem de 8 pontos no placar para os portugueses. José Lima ainda faria mais três pontos e novo penal, antes que o Brasil retomasse o controle do jogo.

 

Nos dez minutos finais os Tupis foram para cima, pressionaram o adversário na defesa, e chagaram ao seu segundo try no jogo, com Moisés. O mesmo converteu e recolocou o Brasil no jogo, reduzindo a vantagem portuguesa para apenas 4 pontos – 21 a 17 no placar.

 

O fim da partida foi muito truncado, sem grandes chances de pontuação. As duas equipes falharam em suas tentativas de ataque e o placar não foi mais alterado. O placar de 21 a 17 e o desempenho brasileiro em campo mostraram a boa evolução pela qual passa a equipe, que agora retorna apenas em 2017, para o Americas Rugby Championship.

 

Test match internacional de Rugby XV

Portugal 21 x 17 Brasil

Local: Coimbra (POR)

Portugal: 1 - Bruno Medeiros, 2 - Duarte Diniz, 3 - Francisco Bruno, 4 - João Lino, 5 - Gonçalo Uva, 6 - Maxime Vaz, 7 - Sebastião Villax, 8 - Pedro Rosa, 9 - Francisco Pinto Magalhães, 10 - Nuno Penha Costa, 11 - Duarte Moreira, 12 - Vasco Ribeiro, 13 - Tomás Appleton, 14 - Pedro Silvério, 15 - José Lima. Suplentes: 16 - João Vasco Corte-Real, 17 - Duarte Foro, 18 - José Conde, 19 - José Fino, 20 - Miguel Macedo, 21 - João Belo, 22 - Manuel Vilela Pereira. Técnico: Duarte Marques.

Brasil: 1 - Alexandre Figueredo Alves; 2 - Yan Victor Mota Rosetti; 3 - Flavio Chuahy; 4 - Lucas Piero Celestino Toscanelli de Moraes; 5 - Gabriel Torres Paganini; 6 - Matheus da Cruz Daniel; 7 - João Luis da Ros; 8 - Nicholas Smith; 9 - Johannes Andries Beukes Cremer; 10 - Moises Rodrigues Duque; 11 - Stefano Giantorno; 12 - Luan Soares Smanio; 13 - Felipe Sancery; 14 - Robert Aguinaldo Tenório da Silva Santos; 15 - Daniel Sancery. Suplentes: 16 - Daniel Xavier Danielewicz; 17 - Jonatas Santos Paulo; 18 - Caique Santiago Silva Segura; 19 - Cleber Dias da Silva Junior; 20 - Joabe de Jesus Souza; 21 - Bruno Garcia da Silva; 22 - Mateus Estrela Miller Tavares; 23 - Guilherme Coghetto. Técnico: Rodolfo Carlos Ambrosio.

Postar comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados

Continuar comprando
Seu Pedido

Seu carrinho está vazio. Você irá apoiar a CBRu com cada compra!