All Blacks Maori x Brasil, jogarão em novembro na cidade de São Paulo

A partida amistosa na Capital Paulista será a segunda vez em que os Neozelandeses Maoris se apresentarão na América do Sul

São Paulo (SP), 06 de julho de 2018 –  A Confederação Brasileira de Rugby está confirmando oficialmente em conjunto com a Sudamérica Rugby, New Zealand Rugby e com a Federação Nacional Chilena de Rugby, duas partidas amistosas contra os All Blacks Maori na América do Sul. O primeiro jogo será em São Paulo no dia 10 de novembro, às 18h no horário de Brasília, com local em definição. No dia 17 de novembro os All Blacks Maori vão enfrentar a seleção do Chile, na capital Santiago. O principal patrocinador da partida em São Paulo será o Banco Bradesco, que também é patrocinador master da Seleção Brasileira de Rugby.

Para jogar no All Blacks Maori, além do atleta ser de altíssimo nível, ele necessariamente  deve ter nascido na Nova Zelândia e ainda possuir descendência Maori. O time brasileiro que irá enfrentar os neozelandeses no dia 10 de novembro, será o Brasil Rugby, um selecionado formado em maioria por atletas que jogam na Seleção Brasileira de Rugby em conjunto com alguns atletas que possuem potencial para fazer parte da seleção em um futuro próximo.  

"É um grande orgulho e desafio receber os Maoris. Estamos trazendo uma das seleções mais conhecidas entre todos os esportes no mundo, para oferecer  um jogo de alto nível para todos os interessados por rugby no País. Esperamos que seja um jogo que inspire as atuais e futuras gerações de jogadores, e que nos ajude a disseminar o esporte no Brasil”, afirma Agustin Danza, CEO da CBRu.

A partida vem para coroar mais uma temporada de conquistas do rugby XV brasileiro, que em 2018 pela primeira vez levantou o troféu de campeão Sul-Americano, através de vitórias conta o Chile, a Argentina XV, que foi inédito, e por último derrotamos a seleção da Colômbia. “O rugby brasileiro vem evoluindo ano a ano e nessa temporada chegamos ao inédito título do Sul-Americano 6 Nações e a uma vitória contra a Argentina XV pela primeira vez na história. Esta será uma partida amistosa, mas vamos dar em campo nosso melhor para nos testar contra os melhores e aprender o máximo da experiência, sem deixar de desfrutar tudo o que ela significa”, finaliza.

O Presidente da Sudamérica Rugby, Sebastián Piñeyrúa, também comentou a importância da partida: “Para a América do Sul está sendo uma ótima oportunidade receber os Maoris All Blacks no Brasil e no Chile. Estamos certos de que elevar o nível do rugby é a chave para alcançar o crescimento das confederações e fundamentalmente, motivar e desafiar os jogadores a serem melhores a cada dia.

Preparar-se para jogar partidas dessa natureza gera um envolvimento de todas as estruturas de uma confederação e esse é o caminho que devemos percorrer.

Precisamos continuar crescendo no Brasil e no Chile para dar aos fãs e crianças que estão começando a conhecer o rugby, a oportunidade de curtir, conhecer se apaixonar com suas seleções. Esse momentos são lembrados por toda a vida; essa é a chave para ter sucesso e gerar o valor agregado que precisamos para tornar o RUGBY cada vez mais massivo”, finaliza.

E claro, não vai faltar a famosa Haka antes do início da partida.

Mais informações sobre a partida: http://allblacksmaorinobrasil.com.br/

Sobre a CBRu e o rugby

“A Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) tem o apoio do Comitê Olímpico do Brasil e do Ministério do Esporte, conta com o patrocínio máster do Bradesco e, como patrocinadores principais, AccorHotels, Topper, Heineken, Correios, Mercado Livre, CCR, Total, Rumo. Conta ainda com Alupar, Robert Walters e Cultura Inglesa como patrocinadores oficiais. Também são fornecedores e apoiadores do rugby brasileiro: Gilbert, Travel Ace, Fortify, Bearco, Deloitte, JExperts e Workout.

O rugby é o segundo esporte coletivo mais praticado no mundo, com quase 7 milhões de jogadores registrados e presente em mais de 170 países. No Brasil, são mais de 3,2 milhões fãs de acordo com o Ibope Repucom, mais de 300 agremiações esportivas e 60 mil atletas e praticantes, números que, somados à volta da modalidade ao programa olímpico nos Jogos do Rio 2016, fizeram a World Rugby (a federação internacional de Rugby) eleger o Brasil como prioridade estratégica de investimento”.

Postar comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados

Liquid error: Could not find asset snippets/size-chart.liquid