BRASIL FAZ SÉRIES DE EVENTOS HISTÓRICOS DE RUGBY NO AMAPÁ

Macapá (AP) – Grandes estádios, crescimento acentuado e presença nos Jogos Olímpicos. O rugby brasileiro segue em ascensão e, em junho, fará uma série de eventos históricos. De maneira inédita, o Amapá receberá diversas atividades do esporte e será palco da “Taça dos Hemisférios”. A Seleção Brasileira Masculina de Rugby XV enfrentará o Quênia, no estádio Milton Corrêa (Zerão), em Macapá, dia 18.

As ações acontecerão em parceria firmada entre Confederação Brasileira de Rugby (CBRu) e o Governo do Estado do Amapá, com apoio da empresa Total. O acordo foi assinado nesta quarta-feira (27), no norte do País. 

Tradicional patrocinadora do rugby em grandes países, a Total vem trabalhando em parceria com a CBRu no apoio a iniciativas que ajudam a impulsionar o crescimento do esporte entre os brasileiros. A Total patrocinou o torneio nacional Super Sevens de rugby masculino neste ano, e apoia desde 2015 o projeto “Somos melhores juntos”, em parceria com o clube Guanabara Rugby, campeão estadual da modalidade no Rio de Janeiro.

“Temos orgulho de apoiar essa nova iniciativa que vai ajudar a disseminar no Amapá a cultura desse esporte que prega o respeito, a disciplina e a solidariedade, valores que praticamos na Total”, afirma Maxime Rabilloud, Diretor-geral da Total E&P do Brasil – subsidiária da Total que atua no setor de óleo e gás nacional e está iniciando atividades na região Norte do país.

O torneio terá os países unidos pela Linha do Equador e acontecerá no tradicional e folclórico estádio em que o campo é dividido entre os Hemisférios Sul e Norte. O Amapá é, ainda, um dos estados com maior presença de povos indígenas no País, e o apelido da Seleção Brasileira é uma homenagem à população: Tupis.

“Nossa raiz indígena, nosso estádio Zerão que está na única capital do país cortada pela linha imaginaria do Equador e receber a Seleção Brasileira, do Quênia, certamente mostra que o Governo do Estado, este empenhado em desenvolver todas as modalidades esportivas, sem distinção. Sabemos da nossa responsabilidade e acredito que vamos contribuir com o desenvolvimento do rugby no Brasil e especialmente no Amapá. Em breve, quem sabe vamos ter o primeiro time amapaense”, disse Edinoelson Trindade, secretário de Estado, Desporto e Lazer (Sedel) do Governo do Estado do Amapá (GEA).

As ações no norte do País começarão já no dia 17 de junho. Haverá um Festival de Rugby para crianças visando à disseminação do esporte na região. Às margens do Rio Amazonas, a CBRu planeja uma partida de rugby na lama, local em que o futelama é bastante tradicional.

No dia 18, o público poderá acompanhar apresentação da modalidade de Sevens, que retorna aos Jogos Olímpicos Rio-2016 após 92 anos. Guiana e Guanabara farão amistosos diante da Seleção Brasileira. Em seguida, os torcedores podem incentivar e acompanhar o melhor do rugby XV brasileiro em ação.

Em 2011, Brasil e Quênia já se enfrentaram, em Dubai. No confronto bastante apertado, a nação africana faturou a vitória por 27 a 25. As duas equipes figuram entre as 40 melhores do mundo na modalidade.

Com o planejamento a longo prazo, o Brasil já acumula bons resultados dentro e fora de campo, como a vitória histórica diante dos Estados Unidos, pelo Americas Rugby Championship, e o público nos estádios cresce a cada partida.

Foto: João Neto/Fotojump

 

Postar comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados

Continuar comprando
Seu Pedido

Seu carrinho está vazio. Você irá apoiar a CBRu com cada compra!