NO ALLIANZ PARQUE, BRASIL LUTA, MAS É SUPERADO PELO URUGUAI NO SUL-AMERICANO DE RUGBY XV

São Paulo (SP) – A Seleção Brasileira Masculina de Rugby XV encarou o Uruguai, neste sábado (23), no Allianz Parque, pela rodada inaugural do Torneio Sul-Americano da categoria. No primeiro duelo do esporte no estádio, os Tupis lutaram, mas acabaram superados pelo Uruguai por 36 a 14. O público compareceu em peso: mais de 7 mil pessoas incentivaram o time verde e amarelo.

 

Os tries brasileiros foram anotados por Mark Jackson e Felipe Sancery, na etapa final. Já os tries uruguaios foram marcados por Martin Secco, Prada, Magno, Ormaechea e Kessler.

 

“A torcida foi muito legal. No primeiro tempo, nossa atuação ficou abaixo do esperado. Não estávamos tão ligados. No segundo, melhoramos e ficamos mais com a bola. Quando temos a bola, podemos fazer muita coisa legal em campo”, analisa Felipe Sancery, autor do try verde e amarelo.

 

“A gente pecou em alguns pontos no primeiro tempo. O nosso grupo é jovem, e isso faz parte do nosso aprendizado. No segundo tempo, mudamos e conseguimos fazer diferente. Espero que mantenhamos o ímpeto final para os próximos confrontos”, afirma Ige, capitão do Brasil.

 

Agora, o Brasil já vislumbra ao próximo compromisso. No dia 30, o adversário será o Chile, no Pacaembu, na semana em que o estádio municipal completará 76 anos. Os ingressos são gratuitos, mediante doação de 1 pacote de leite ou 1 kg de feijão que serão doados pela Associação Cruz Verde. O confronto na capital paulista terá a transmissão ao vivo da RedeTV! pela primeira vez na televisão aberta neste século. Já na última rodada, no dia 7 de maio, os Tupis medem forças diante do Paraguai, fora de casa.

 

O JOGO

 

Com bom público, a Seleção Brasileira Masculina de Rugby XV estreou o gramado do Allianz Parque em evento esportivo que não seja de futebol. Impulsionados pelos torcedores, os Tupis iniciaram o duelo compactos e no sistema de contato físico. Em penal, a equipe verde e amarela teve a chance de abrir vantagem no marcador.

 

Aos poucos, os uruguaios equilibraram o confronto. Diferentemente da partida em Barueri, pelo Americas Rugby Championship, os Teros (apelido do time) apostaram em velocidade. O Brasil soube controlar as investidas, contudo, o adversário aproveitou as brechas para ficar à frente do marcador. Martin Secco, Prada e Magno fizeram os tries.

 

Atrás do placar, o Brasil tentou reverter a diferença. Tanque, Moisés e Daniel Sancery tiveram boas investidas, cortando a marcação uruguaia com velocidade. Todavia, a defesa adversária soube neutralizar os lances.

 

Na etapa final, os Tupis equilibraram o confronto e se mantiveram mais tempo no campo de ataque. As principais oportunidades surgiram de passes rápidos e de investidas na força física. Na retaguarda, o Uruguai aproveitou para anotar try com Ormaechea. Contudo, o Brasil não parou de buscar o resultado. Com garra e força, Mark Jackson cruzou a linha do in-goal para anotar o primeiro try dos Tupis no Torneio Sul-Americano após bela troca de passes. Moisés acertou o chute de conversão.

 

Na reta final do confronto, o ímpeto da equipe verde e amarela manteve-se e o time foi consagrado com o try de Felipe Sancery, em bela jogada. No final, os Teros ainda fizeram mais um try antes de o juiz determinar o término do confronto.

 

Foto:  João Neto/Fotojump

 

Ficha-técnica
Brasil 14 x 36 Uruguai

 

Data/horário: 23 de abril de 2016, às 16h20 (horário de Brasília)
Local: Allianz Parque
Árbitro: Juan Silvestre (ARG)
Auxiliares: José Covassi (ARG) e Victor Silvero (PAR)
Público: 7.692 torcedores

 

Brasil: 15 – Daniel Sancery (São José); 14 - Laurent Bourda (Bandeirantes Saracens); 13 - Felipe Sancery (São José); 12 - Philip Ramos (Desterro); 11- Stefano Giantorno (*em transição); 10 - Moisés Duque (São José); 9 - Lucas Duque (São José); 8 - Nicholas Smith (SPAC); 7 - Cleber Dias (Wallys); 6 - João Luiz da Ros (Desterro); 5 - Diego Lopez (Pasteur); 4 - Lucas Piero de Moraes (Desterro); 3 - Caique Silva (*em transição); 2 - Yan Rosetti (CUBA-ARG) e 1 - Jonatas Paulo (Bandeirantes Saracens). Técnico:Rodolfo Ambrosio.

 

Reservas: 16 - Rafael Carnivale (SPAC); 17 - Lucas Abud (SPAC); 18 - Luan Almeida (Jacareí); 19 - André Arruda (Desterro); 20 - Mark Jackson (Desterro); 21 - Beukes Cremer (Poli); 22 - Robert Tenório (Pasteur) e 23 - Guilherme Coghetto (Desterro).

 

Uruguai:  15 – Federico Favaro; 14 – Mauro Daverio; 13 – Joaquin Prada; 12 – Facundo Klappenbach; 11 – Nicolas Freitas; 10 – Martin Secco; 9 – Guillermo Lijtenstein; 8- Alejandro Nieto (capitão); 7 – Juan Diego Ormaechea; 6 – Gonzalo Campomar; 5 – Diego Magno; 4 – Ignacio Dotti; 3 – Carlos Arboleya; 2 – German Kessler e 1- Mateo Sanguinetti. Técnico: Esteban Menezes.

 

Reservas: 16 – Rafael Mones; 17 – Diego Arbelo; 18 – Ignacio Secco; 19 – Mathias Palomeque; 20 – Joaquin Dell Acqua; 21 – Gaston Nicolas; 22 – Mateo Tortorella e 23 – Santiago Martinez. 

Postar comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados

Continuar comprando
Seu Pedido

Seu carrinho está vazio. Você irá apoiar a CBRu com cada compra!