Perguntas Frequentes

O que é o rugby?

O rugby é um esporte coletivo que surgiu em 1823 na cidade de Rugby, na Inglaterra. A modalidade é disputada entre dois times que possuem como objetivo fazer o maior número de pontos possível, podendo ser praticada em diversas modalidades, sendo as principais: tag rugby, touch rugby, rugby em cadeira de rodas, beach rugby (rugby na praia), rugby de sevens (com times de 7 jogadores) e rugby de XV (com times de 15 jogadores).

No ano de 1845 as regras do rugby passaram a ser difundidas pela Inglaterra na forma escrita, buscando assim unificar as regras do jogo, que vieram a passar por diversas alterações ao longo dos anos. A partir da década de 1990 o esporte passou a se tornar popular globalmente, sendo praticado pela primeira vez nas Olimpíadas de Paris (1990) e após, nas Olimpíadas de Londres (1908), Antuérpia (1920), Los Angeles (1924) e do Rio de Janeiro em 2016.

Mais informações sobre o esporte e suas regras podem ser encontradas no seguinte link: http://ww2.brasilrugby.com.br/conheca-o-esporte/

 

Qual a função da Confederação Brasileira de Rugby?

A Confederação Brasileira de Rugby consiste no órgão máximo do Rugby no Brasil, sendo filiada à World Rugby e ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB). A CBRu foi fundada no ano de 2010, com o propósito de dar continuidade à Associação Brasileira de Rugby (fundada em 1972) e União de Rugby do Brasil (fundada em 1963).

Deste modo, a CBRu é o órgão responsável pelo Alto Rendimento, Torneios e Eventos, Desenvolvimento e Disseminação do Rugby no Brasil. Contando com seis federações estaduais (SP, RJ, MG, PR, SC e RS), mais de 11 mil atletas federados (e mais de 60 mil praticantes) e cerca de 300 agremiações, espalhados por todos os estados brasileiros.

 

Como e onde posso praticar rugby no Brasil?

O rugby pode ser praticado como desporto de participação, ou seja, com fins sociais e de lazer por qualquer interessado. Dispomos também de lista contendo informações sobre os mais diversos clubes espalhados pelo país. Faça parte da comunidade do rugby no Brasil!

As regras do esporte estão disponíveis em http://ww2.brasilrugby.com.br/conheca-o-esporte/. E informações referentes aos clubes podem ser encontrados em http://ww2.brasilrugby.com.br/onde-jogar-rugby-no-brasil/

 

O que posso fazer para apoiar o desenvolvimento do rugby no Brasil?

Além da prática do esporte, do apoio por meio de redes sociais e da presença nas arquibancadas dos jogos promovidos pela CBRu, podem ser feitas contribuições por verba livre, Lei de Incentivo ao Esporte Federal, Lei de Incentivo ao Esporte Estadual e por meio de permuta por produtos e serviços.

Mais informações podem ser obtidas por meio do link http://ww2.brasilrugby.com.br/patrocine-2/

 

Sou fornecedor de produtos e serviços. Como faço para enviar um orçamento de um termo de cotação prévia?

As compras e contratação de serviços da CBRu são realizados por meio de processo licitatório. Aconselhamos que as empresas fornecedoras interessadas atentem-se ao Regulamento Geral de Compras e Contratações da CBRu e acompanhe a publicação de editais de contratação, por meio dos Termos de Cotação Prévia disponíveis em http://ww2.brasilrugby.com.br/licitac%cc%a7o%cc%83es/.

 

Como faço para entrar em contato com a CBRu?

As informações de contato estão disponíveis no link http://ww2.brasilrugby.com.br/contatar-2/. Possuímos um canal de ouvidoria, por meio do e-mail ouvidoria@brasilrugby.com.br, caso queira  solicitar informações, efetuar denúncias e/ou enviar sugestões, elogios, reclamações relacionadas à prática do Rugby em território nacional e, em especial, às ações desenvolvidas pela CBRu.

 

Gostaria de participar como voluntário (a) em eventos promovidos pela CBRu. Como posso contribuir?

O Programa de Voluntários é uma oportunidade para vivenciar experiências únicas durante os jogos dos campeonatos organizados pela Confederação Brasileira de Rugby.

Os benefícios em ser um voluntário são muitos, além de ter a oportunidade de ser protagonista da história do Rugby Brasileiro, há um enriquecimento do currículo profissional, o aumento da rede de relacionamento pessoal e profissional, a satisfação pessoal e a possibilidade de fazer novas amizades.

Os interessados em se voluntariar podem entrar em contato conosco através do link http://ww2.brasilrugby.com.br/contatar-2/.

 

Gostaria de trabalhar na CBRu. O que devo fazer?

Aconselhamos que os interessados em fazer parte da Confederação Brasileira de Rugby se atentem aos informes e comunicados postados no site e nas redes sociais da CBRu. Este acompanhamento pode ser realizado também por meio de nossa página no linkedin (https://www.linkedin.com/company/792420 ).

 

Como faço para cadastrar atletas no sistema da CBRu?

O registro de atletas é realizado com intermédio de clube, por meio do Cadastro Nacional de Rugby, disponível em http://www.brasilrugby.com.br/cnru/indexAtleta.asp. Para que o registro seja aprovado, as pendências necessárias para cadastro devem estar devidamente sanadas, conforme orienta o portal da CNRu.

 

Como é realizado o cadastro de federações no sistema da CBRu?

Em qualquer época do ano as federações estaduais ou federações regionais de rugby podem ser reconhecidas pela CBRu. Para isto, os dispositivos do capítulo IV do Estatuto Social da Confederação Brasileira de Rugby devem ser observados e seguidos.

Aprovada a solicitação de vinculação, a federação estadual ou regional passa a ter o direito de receber recursos da CBRu, poder de participar de Competições e possibilidade de ser convidada para participar de reuniões e Assembleias, sem o direito de manifestação e/ou voto até o momento de obtenção da filiação.

 

Como a federação pode obter o status de filiação?

A filiação pode ser concedida após o período probatório mínimo de 4 (quatro) anos, em que a federação vinculada precisa estar comprovadamente em situação de adimplência com suas obrigações, inclusive as de natureza financeira. Ao obter o status de filiada por meio de aprovação do Conselho Administrativo, a federação terá o direito de participar ativamente em reuniões e Assembleias.

Para isto, as federações devem cumprir com o disposto nos capítulos V e VI do Estatuto Social da Confederação Brasileira de Rugby.